Visite o site completo
Pacotes de viagem
Siga-nos:
publicado por Maria Dissei
09.09.2015
Swell em Nias
Promessa de um bom swell em Nias, e Maria acompanhou o surf do namorado nesse lugar que ela ainda não conhecia.
Swell em Nias

Swell grande chegando, hora de arrumar as malas!

Maria – Nias? Ouvi dizer que a galera de lá pega um pouco no pé, não é? Querem vender seus produtos de qualquer jeito. Não ouvi muita coisa boa de lá, mas vamos, quero conhecer.

Leco – É engraçado, as criancinhas ficam atrás de você chamando pelo seu nome sem parar, o dia todo. Você vai se amarrar – ele sorrindo na expectativa de me ver feliz com a novidade.

Maria – Vou inventar outro nome então!

Dessa vez ia uma galera grande, todo mundo junto a caminho de um destino um pouquinho mais longe do que eu estava acostumada a ir.

Pegamos 3 aviões. De Bali a Jacarta, de Jacarta a Medan e tcharãããn, um vôo com emoção e muita adrenalina: o de Medan a Gunung Sitoli.

Aviãozinho de hélice, vôo rápido mas que muito marmanjo ficou com medo. Normal. Aventura. Isso aí!

Chegando ao aeroporto, pegamos as nossas bagagens e fomos para a pousada do Barriga Feliz. Sim, a pousada se chama assim mesmo e só depois eu descobri o porquê. Os caras da pousada já estavam nos esperando com três carros.

onda quebrando no mar em nias na indonésia

Eu estava ansiosa para chegar. E assim que botei os pés lá…

Maria – Caramba, que lindo!

Leco – Falei pra você, aqui é irado.

Fomos apresentados aos donos da pousada. Uma família grande. Lá eles são católicos e não muçulmanos como na maioria dos lugares daqui da Indonésia. Imagens de Jesus, Nossa Senhora. O Barriga, sua esposa e filhos, foram atenciosos e sorridentes o tempo todo. O quarto era grande, tinha ar condicionado e uma cama boa demais. A vista? Linda. Eu estava toda encantada.

mulher em cozinha de pousada em nias na indonésia - barriga feliz

A comida? Deliciosa. Todo mundo feliz da vida, sério. Até sashimi serviram e brigadeiro, acreditem! A galera estava numa energia muito boa. Fomos dormir e acordamos no dia seguinte com um café da manhã muito gostoso. Nossa, que delícia. Nem tinha chego direito e já estava com saudade, sabe? Ok, hora de filmar o Leleco.

Câmera, tripé, baterias, protetor, boné, canga (ou sarong, como eles falam), música, óculos escuro e um livro, porque caso demore a série dá pra se distrair. Fica um olho nas ondas e o outro no livro. Imagina ahn?!

Maria – Oi Bombom! E aí? Altas ondas?

Bombom é a Tatiane Araújo, amiga com a qual eu divido casa em Bali, junto com o Pedro Tojal, seu namorado. Ela é film maker, ele, fotógrafo. Sempre uma das primeiras a acordar e uma das ultimas a ir embora da praia. Faz altas imagens.

Bombom – Tá rolando altas, Maria!

Maria – Ai que irado.

Fui montando o equipamento e de repente surgiu um grupo de crianças.mulher e crianças fazendo careta na areia em nias na indonésia

Grupo de crianças – Siapa nama? (Qual seu nome?)

Maria – Lelê.

Grupo de crianças – Lelêêê, Lelêêê, Lelêêê, Lelêêê, Lelêêê, Lelêêê…

Maria – Uuuuuhuuuu.

Começaram a me oferecer os docinhos, pãezinhos. E não me senti irritada. Só fiquei com receio de poder atrapalhar a filmagem e eu me distrair e perder o “tubo da vida”. Quando vi tinha uma menininha, muito fofa, querendo minha atenção. Perguntei o nome dela. Lucinda.

Respondi, Maria. Conversamos. Ela me ofereceu seus docinhos. E eu disse que quando quisesse iria atrás dela comprar e que não queria naquele momento. Ela sorriu. Continuamos conversando. Vieram mais crianças, e daí já descobriram o meu nome mesmo. E tudo o que eu pensava em relação ao “pegar no pé” que todo mundo dizia, sumiu ali. É o tal do jogo de cintura. Sorrir mas tentar ser firme, sem ser grossa.

E tudo foi dando certo. Dei bastante risada, inclusive.

onda quebrando no mar em nias na indonésia

Filmei ondas grandes. Tubulares. E o Leco de back side ficou mais emocionante ainda. Os amigos todos fazendo a cabeça. Ficamos por volta de uma semana, e todo o tempo foi assim. Muita onda.

homem batendo palmas e rindo em pousada em nias na indonésia - barriga feliz

Muita comida boa. Me senti segura ali na pousada do Barriga e indico de coração mesmo, não tem erro. E descobri que o nome faz todo sentido. O cara tem um barrigão, fala um pouco de português, e é todo feliz. E proporciona isso pra galera que está lá também. Nossas barrigas ficaram muito felizes com a “rangaria”, que é assim que os moleques falam. Rangaria boa. E saudade desse lugar.

Maria – Leco, não acredito que nunca tinha vindo aqui.

Leco – Que bom que você gostou. Vamos voltar mais sim. E dá ate pra você surfar, tem uma ondinha menor, mais para lá.

Maria – Olha só. Beleza, então dá próxima trago a prancha.

Leco – Vai se amarrar…

Maria – Mas já fiquei amarradona de qualquer jeito – palavra nova que entrou no meu vocabulário e que define muito.

Leco – Que bom linda. Não sabe como fico feliz.

E foi assim, mais um swell. Mais um lugar. Mais uma experiência.

Preparada pra próxima! Bora!

Maria Dissei, a @mariaparaffina

Pacotes personalizados para Surf Trip de Casal

A Welcome Surf Trips oferece pacotes personalizados para surf trips de casal. São roteiros planejados para oferecer a melhor experiência para uma viagem a dois, desde a escolha dos hotéis, passeios e claro as ondas! É a segurança necessária para uma viagem inesquecível para o casal, dentro e fora do mar!

Clique para conhecer pacotes personalizados

Tenho interesse nessa viagem.
Coloque seu e-mail no campo abaixo e nós entraremos em contato.

Compartilhe:
Voltar ao topo
Mais histórias:
Simple Follow Buttons
Simple Share Buttons